RSS

Amor de outras vidas

Nunca fui de acreditar em reencarnação, espiritismo e muito menos no evangelho segundo Alan Kardec. Apesar de achar essa religião muito bonita e tudo mais, acreditar que sempre teremos uma nova chance e uma nova vida para completar o que temos que completar é injusto demais ao meu ver. Sei bem que ser cristã não é a melhor crença para – socialmente falando – pessoas  “sábias”, mas pra mim acreditar que por amor Deus deu seu filho unigênito para me salvar é muito mais divino, romântico e coerente. Só tem uma coisa que me faz questionar isso e essa coisa tem nome e sobrenome.

Ele é kardecista. A história da minha vida. Sempre amei os kardecistas, vai ver por eles serem meu oposto, os pés no chão. Ele acredita piamente que nossa história vem de outras vidas, as vezes quando ele reaparece eu acredito nisso, mas como ele some constantemente é mais fácil desacreditar. Hoje ele reapareceu.

São quase 13 anos de uma história que parece que nos atrai e nos repele na mesma intensidade. Temos objetivos diferentes, vemos a vida de forma diferente, mas ele me faz sorrir e me sentir alguém mais completa e realizada quando falo com ele. Prometi a mim mesma que manteria distância, que não deixaria as palavras dele me atingirem novamente… Quem disse que consigo. Parecemos o côncavo e o convexo de um mesmo espelho curvo, em cima de uma mesa, presos um ao outro mas cada um virado em uma direção.

Lembro que quando nos conhecemos era a mesma coisa. Tentávamos constantemente nos mantermos longe um do outro mas sempre tinha algum momento que baixávamos a guarda e nos reaproximávamos mais uma vez.

Nossa história é um conto de fadas sem finais felizes, um conto de fadas real, humano, daqueles protagonizados por Meg Ryan e Tom Hanks, só que sem final feliz… Pelo menos eu acredito que não teremos um final feliz. Sempre teremos uma história inacabada nos repelindo e reaproximando.

Hoje mais uma vez nos tornamos saudosos quanto ao nosso tempo, ao nosso momento, a nossa história. Nossa história daria a melhor comédia romântica do cinema hollywoodiano, sem falsa modéstia. Às vezes sinto que a insatisfação dele, com ele mesmo é um dos motivos de nos repelirmos, ou dele fugir. Às vezes sinto que na verdade é somente o jeito mimado dele de não me deixar seguir em frente que faz ele reaparecer. Às vezes me sinto um fraca por não conseguir dizer não. Às vezes quando falo com ele agradeço por não ter dito não. Simplesmente ele vê minha alma como nenhum outro viu ou conhece e me faz sentir melhor do que realmente eu sou.

Uma vez ele descobriu que me amava, quando o deixei. Foi a última vez que nos encontramos pessoalmente. Creio que será a última pois nunca mais ele teve coragem de me reencontrar. Ele assume a raiva que sentiu quando eu casei e eu assumo o medo dele marcar e novamente furar. Ele sempre me pergunta se daríamos certo se tivéssemos ficado realmente juntos anos atrás. Realmente eu não sei a resposta disso. Na verdade ele é o único homem que me deixa sem respostas.

Ele nunca me magoou realmente. Acho que ele também não consegue me magoar. Já tentei todas as táticas e estratégias para não deixar que as palavras dele, o jeito imprevisível dele, me atingissem passionalmente. Simplesmente não consigo. Ele sorri lindo demais e não tem nem consciência de que aquele simples sorriso, aquelas ironias, aquele sarcasmo em nossa conversa que deixa tudo no ar, me faz perder o fôlego.

Não é mais uma paixão, hoje sei isso. Não é amor, também tenho consciência disso. Será que ele está certo e isso é algo de outras vidas que não conseguimos explicar? Só sei que pra nós não tem presente, não vislumbro futuro, mas vejo um passado que realmente eu gosto de recordar.

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 3.150 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: